quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Salve-me


Nunca imaginei que um dia sentiria tanto a falta de alguém como eu sinto a sua. Submeter-me a tal estado de desânimo por não poder te olhar é quase louco como existir apenas por você existir. A minha mente cria ilusões de cenas perfeitas que me alimentam a todo instante. Ela é a minha única fonte inesgotável capaz de me manter viva e, ao mesmo tempo, infeliz. São doces ilusões, lindos sonhos e não passam disso. E como dói não ver seu sorriso, ouvir sua voz, apreciar sua beleza e saber que estás bem. Parece que caminho numa rua de pregos. Há cada passo, um ferimento. Alguns capazes de cicatrizar, outros incapazes de não deixar uma marca. O meu coração sussurra o teu nome. Tens noção do que és pra mim? A única esperança de acreditar num mundo melhor. Se você não existe, saiba que eu também não. Eu dou minha alma para te ver bem, sorrindo, feliz e realizado como um pássaro em seu primeiro voo. Preciso de ti para conseguir enfrentar as barreiras que ainda virão. Já é difícil me manter viva a todo instante, imagine enfrentar sozinha o que o destino me preparou. Quer dizer, eu e Deus, que nunca desistiu de mim, nem mesmo quando eu quis tirar minha própria vida. A vida que Ele me deu. Preciso de ti! Por favor, não me abandone, não desista de mim. Ajude-me!!! Só você tem o dom de me salvar destas trevas que aprisionam minha alma e roubam a minha luz!
Aline Bueno